Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-04-22 às 13h00

Intervenção do Ministro das Infraestruturas e da Habitação na apresentação do Plano de Alojamento para o Ensino Superior

«Durante as últimas décadas a direita e os liberais conseguiram na habitação o que também gostavam que tivesse acontecido na saúde, na educação e nas pensões: o Estado deve garantir soluções aos mais pobres (habitação social) e deixar o resto da população à mercê do mercado. Acham eles que as pessoas assim ficam mais livres das amarras do Estado. É o reino da liberdade.~

Mas eu pergunto:

Era livre a idosa que tinha sobre si a ameaça de despejo da casa onde habitava há décadas?

É livre a família que vive todos os dias sem saber se vai conseguir manter-se na casa onde vive quando o contrato de arrendamento terminar?

É livre o jovem casal, da classe média, que se quer autonomizar e constituir família mas não consegue arrendar uma casa?

É livre o estudante, filho da classe média, que, tendo tido notas para entrar numa das melhores universidades do país, não o possa fazer porque os seus pais não lhe conseguem pagar o arrendamento de um quarto?

Enquanto não conseguirmos, como comunidade, garantir habitação a custos acessíveis a uma parte muito considerável da população, esses portugueses não serão verdadeiramente livres.

Serão, antes, prisioneiros de uma vida precária e insegura.»

Leia a intervenção na íntegra