Saltar para conteúdo

Intervenções

2019-03-08 às 14h09

Intervenção do Ministro da Defesa Nacional por ocasião das celebrações do Dia Internacional da Mulher

«O Dia Internacional da Mulher 2019 serve de pretexto para nos relembrar que, em conjunto, a nossa sociedade vai avançando no caminho da Igualdade entre homens e mulheres. Mas serve também para nos relembrar que faltam ainda muitos passos, passos que estão ao nosso alcance darmos, para que nos possamos dar por satisfeitos. Efetivamente, depois de todo o progresso, devemos neste momento reconhecer que em pleno século XXI permanecem ainda, profundamente enraizados, elementos de resistência à concretização dos direitos humanos em Portugal – tal como em outros pontos do globo.

A Defesa Nacional não é exceção. Também aqui a igualdade entre homens e mulheres continua a requerer a nossa atenção. O universo da Defesa Nacional foi, durante séculos, um exclusivo masculino, associando a guerra à masculinidade. Desconstruir esta ligação deve fazer parte da nossa missão. A nossa ambição é termos Forças Armadas cada vez mais preparadas para cumprirem o alargado leque de missões que lhes atribuímos, e não tenho dúvidas que a maior participação de mulheres, em todos os níveis e em todas as funções militares, é um dos elementos necessários para atingirmos esse desiderato. Precisamos de criar e melhorar condições para que a Defesa Nacional possa beneficiar plenamente da diversidade da nossa sociedade, de forma a cumprir na íntegra as suas missões de soberania.»

Leia a intervenção na íntegra em anexo.