Intervenção do Ministro da Cultura na cerimónia de constituição da rede Intermunicipal de Bibliotecas da Lezíria do Tejo - XXI Governo - República Portuguesa

Intervenções

2018-09-19 às 12h50

Intervenção do Ministro da Cultura na cerimónia de constituição da rede Intermunicipal de Bibliotecas da Lezíria do Tejo

A concretização deste compromisso de trabalho partilhado entre o poder central e o poder local é uma expressão da estratégia global que tem sido perseguida pelo atual Governo, no sentido de operacionalizar um desígnio nacional que considera a Cultura como peça fundamental para um desenvolvimento sustentável.

(...)

As bibliotecas, na sua essência, são espaços abertos ao conhecimento, à construção e à partilha de saberes. São instituições que visam a mudança sustentada de todos e de cada um. O seu papel crítico é tão mais relevante porque atuam nos meios rurais e urbanos, no centro e na periferia do país, para níveis económicos de ricos e pobres, para níveis de literacia elevados ou inexistentes.

Este é o desígnio das bibliotecas, esta é a razão de existirem.

Mas para que os resultados do seu trabalho sejam efetivos, é necessário que estejam preparadas para os desafios da atual sociedade. Importa que garantam a sua relevância nesta era digital onde vivemos. Têm de estar preparadas para o desenvolvimento de novos serviços digitais e os seus profissionais têm de estar atualizados, a par de uma formação especializada.

Por outro lado, é determinante que apostem em programas e atividades inovadoras, que se envolvam na comunidade que servem e que se assumam como uma mais-valia para todos os projetos em que participam.

(...)

Hoje assinamos o sétimo acordo de cooperação com as comunidades intermunicipais. Desde 2017 foram já assinados seis acordos que envolvem regiões de norte a sul do país - Cávado, Região de Coimbra, Beiras e Serra da Estrela, Oeste, Alentejo Central e Baixo Alentejo. Esperamos até ao final do ano assinar mais dois.


Leia a intervenção na íntegra