Discurso do Ministro da Cultura na cerimónia de depósito de cinco pinturas da coleção do Novo Banco no Museu da Guarda - XXI Governo - República Portuguesa

Intervenções

2018-06-08 às 19h21

Discurso do Ministro da Cultura na cerimónia de depósito de cinco pinturas da coleção do Novo Banco no Museu da Guarda

No termo desta visita tenho o prazer de presidir a esta cerimónia de Depósito de Cinco Pinturas da Coleção do Novo Banco, representativas de outros tantos grandes nomes da Arte Moderna e Contemporânea Portuguesa: João Hogan, Nikias Skapinakis, Júlio Resende, Luís Pinto Coelho e José de Guimarães.

Foi no passado dia 29 de Janeiro de 2018 que, com a presença do Senhor Primeiro Ministro e dos representantes dos proprietários do Novo Banco, se procedeu ao lançamento da NB Cultura, com a oficialização do depósito de longa duração, no Museu Nacional dos Coches, de um quadro relevante das suas coleções artísticas, e, por outro, a apresentação pública da solução encontrada, por todas as partes envolvidas, para colocar à fruição pública no nosso país essas coleções e outras de equivalente valor patrimonial, que se revelam de primordial importância para a Cultura Portuguesa.

Ficou então garantido, com total anuência dos proprietários do Banco, que os valores artísticos e culturais do Novo Banco continuam no país e que, acima de tudo, ficam na esfera da fruição pública, integrando projetos culturais já existentes, tornando-os mais amplos, e/ou construindo novos projetos para o futuro.

Damos, assim, mais um passo na construção de uma política nacional para as coleções artísticas e patrimoniais, públicas e/ou privadas, residentes no país, potenciando, deste modo, a cultura como um fator de atratividade do nosso país.

Leia a intervenção na íntegra
Tags:
pintura, museus