Artigo do Ministro dos Negócios Estrangeiros «Portugal e a China: uma relação clara e madura» - XXI Governo - República Portuguesa

Intervenções

2018-12-19 às 19h48

Artigo do Ministro dos Negócios Estrangeiros «Portugal e a China: uma relação clara e madura»

Portugal é membro da União Europeia e da Aliança Atlântica. É neste quadro, e em estreita cooperação bilateral com os aliados mais próximos, que define o seu posicionamento em matérias tão cruciais como as relativas à segurança e defesa, à promoção dos direitos humanos e do Estado de direito ou à defesa da economia de mercado socialmente regulada. E é por referência aos interesses geopolíticos e geoestratégicos do grande arco do Atlântico Norte que define os seus. Aí estão as nossas alianças, aí os deveres de aliado. Ainda anteontem o demonstraram as conclusões da reunião deste semestre da Comissão Bilateral com os Estados Unidos.

Mas ninguém compreenderá Portugal se não perceber a sua vocação global e a capacidade de se dirigir a outros grandes espaços do mundo. A sua necessidade, também. Portugal não só se relaciona facilmente com toda a África (a do Norte e a Subsariana, a de língua portuguesa e a de outras línguas) e é parceiro indispensável do mundo latino-americano como é um ativo defensor, em Bruxelas, da indispensabilidade de esse relacionamento ser assumido por toda a UE.

Leia o artigo na íntegra em anexo.
Tags:
China