Artigo do Ministro dos Negócios Estrangeiros «A CPLP no diálogo entre a Europa e o mundo» - XXI Governo - República Portuguesa

Intervenções

2018-07-20 às 20h58

Artigo do Ministro dos Negócios Estrangeiros «A CPLP no diálogo entre a Europa e o mundo»

«A Cimeira de Santa Maria, Ilha do Sal, que marcou o início da presidência cabo-verdiana da CPLP, admitiu mais nove observadores associados – oito países e uma organização internacional. Podemos perguntar-nos sobre o que levou a França, o Reino Unido, a Itália, o Luxemburgo, Andorra, a Sérvia, o Chile e a Argentina, além da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, Ciência e Cultura (OEI), a pedir esse estatuto.

A resposta óbvia é que encontram nisso interesse e utilidade. Pode parecer estranho num ambiente mediático, como o português, tão marcado por criticismo e indiferença face à CPLP, mas é verdade pura que esta suscita, em quatro continentes, atenção e vontade de estabelecer parcerias. Os países agora acolhidos fizeram-se representar, na Cimeira, através dos embaixadores acreditados em Lisboa – outro elemento que uma apreciação analítica deveria destacar.»

Leia o artigo na íntegra em anexo.