Discurso do Ministro da Cultura na inauguração da exposição «Na Rota das Catedrais, Construções [d]e Identidades» - XXI Governo - República Portuguesa

Intervenções

2018-06-26 às 19h37

Discurso do Ministro da Cultura na inauguração da exposição «Na Rota das Catedrais, Construções [d]e Identidades»

O Projeto Rota das Catedrais resulta de um acordo de cooperação assinado em 2009, entre o Ministério da Cultura e a Conferência Episcopal Portuguesa, destinado a salvaguardar, valorizar e divulgar o imenso Património Material e Imaterial das sedes catedralícias espalhadas por todo o território nacional, incluindo as Regiões Autónomas.

Com efeito, de Viana do Castelo a Faro, passando pelo Funchal e por Angra do Heroísmo, as catedrais portuguesas, como cabeças de dioceses que abrangem todo o território de Portugal, guardam e conservam inúmeros testemunhos artísticos, documentais, arqueológicos e intangíveis que contribuíram decisivamente para a construção das identidades locais, regionais e até nacionais que se foram sucedendo ao longo dos séculos, acompanhando as vicissitudes históricas do nosso País.

O Projeto desencadeou imensas e frutuosas sinergias entre os cabidos das dioceses e as paróquias, de um lado, e as Direções Regionais de Cultura e a DGPC, por outro, proporcionando candidaturas aos Fundos Europeus de projetos de Recuperação que se materializaram já em importantes obras nas Sés do Porto, de Braga, de Vila Real, de Miranda do Douro, de Santarém e de Lisboa, só para referir algumas. Por outro lado, prosseguiu a inventariação dos bens móveis e imóveis, assim como a conservação e restauro de muitos espécimes, dos mais variados sectores artísticos e documentais, envolvendo dezenas de técnicos e investigadores ao longo de todo o país e promovendo também a divulgação dos resultados da pesquisa em publicações académicas e através da Revista Invenire, órgão do Secretariado Nacional dos Bens Culturais da Igreja.

Leia a intervenção