Saltar para conteúdo

Comunicados

2019-08-09 às 21h54

Moody’s revê em alta a sua perspetiva sobre o rating da República Portuguesa

A agência de notação financeira Moody’s reviu hoje em alta a sua perspetiva sobre o rating da República Portuguesa de "estável" para "positiva".

A Moody’s salienta a continuação do processo de consolidação orçamental, com reflexo na diminuição do rácio da dívida pública face ao PIB, a um ritmo superior ao estimado pela agência há um ano; bem como a perspetiva de manutenção da trajetória de redução do rácio da dívida pública.

O crescimento económico sustentado e a criação de emprego, a continuação de uma dinâmica positiva da receita fiscal, a diminuição da despesas com juros da dívida pública e a continuação do processo de racionalização e reforma da despesa pública deverão permitir ao Governo atingir a sua meta orçamental para 2019 (-0,2% do PIB).

A Moody’s destaca o reforço da solidez económica e financeira dos bancos, o qual foi superior ao inicialmente antecipado pela agência. A este respeito é de salientar o aumento da resiliência dos bancos a eventuais cenários adversos futuros, o aumento da qualidade dos seus ativos, a continuação da diminuição do rácio do crédito malparado e o aumento dos seus resultados líquidos.

Portugal vive o período mais longo de crescimento económico desde a sua adesão ao euro, com um crescimento médio de 1,9% ao longo dos últimos 22 trimestres. As opções políticas adotadas permitiram a Portugal superar desafios que enfrentava e iniciar uma trajetória de crescimento inclusivo e sustentável.

A dívida pública portuguesa beneficia hoje da classificação de investimento pelas quatro principais agências de rating internacionais. A taxa de juro das obrigações da República Portuguesa a 10 anos está abaixo de 0,3%, um valor sem paralelo histórico e o diferencial face a Espanha tem vindo a reduzir-se ao longo de 2019, estando hoje as taxas de juro da dívida pública portuguesa praticamente em linha com as taxas de juro da dívida espanhola.
Tags: mercados
Áreas:
Finanças