Saltar para conteúdo

Comunicados

2019-03-30 às 17h24

Ministra da Cultura lamenta morte da impulsionadora da dança portuguesa Anna Mascolo

A Ministra da Cultura lamenta a morte da pedagoga, coreógrafa e impulsionadora da dança portuguesa, Anna Mascolo.

Com Anna Mascolo escreveu-se a história da dança, desde a formação à coreografia, do ensino à defesa de uma política pública para a dança. 

A dignidade e perseverança com que sempre lutou para que a dança fosse entendida como uma disciplina de rigor, cuidado e de pleno direito, são marcas distintas de um percurso que se confunde com a história contemporânea da dança em Portugal.

Figura central no ensino e na formação, foi no seu célebre estúdio que, a partir de 1958, o ensino da dança se sustentou "na dignidade humana e artística" dos alunos. Gerações de intérpretes estudaram com ela e muitos vieram a inscrever, em nome próprio e ainda hoje, a sua assinatura na história da coreografia portuguesa, como Vera Mantero e Olga Roriz, entre bailarinos, coreógrafos, professores e programadores.

Mais tarde, em 1971, é a partir da direção artística do Grupo Experimental de Ballet do Centro Português de Bailado, que se darão os primeiros passos do futuro Ballet Gulbenkian. 

Desde sempre cruzando o ensino e a prática, o percurso de Anna Mascolo passou pelas mais importantes companhias internacionais, logo em 1953 no Grand Ballet du Marquis de Cuevas e, quatro anos depois, no American Ballet Theatre, tanto quanto um percurso empenhado na defesa de condições para o ensino e prática de dança, a fez incansável na preparação dos alunos, na construção de programas pedagógicos, na internacionalização dos bailarinos portugueses e na construção de um discurso formativo, educativo e integrado da prática de dança. 

Este seu percurso foi reconhecido, em 2012, com o primeiro honoris causa em dança, já depois de ter sido distinguida pelo Presidente Jorge Sampaio com a Ordem do Infante Dom Henrique, em 2004, e pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, com a Grande Oficial da Ordem da Instrução, em 2018.

À família e amigos enviam-se sentidas condolências.

Tags: dança
Áreas:
Cultura