Comissão Europeia confirma convergência económica de Portugal com zona euro - XXI Governo - República Portuguesa

Comunicados

2019-02-07 às 19h21

Comissão Europeia confirma convergência económica de Portugal com zona euro

A Comissão Europeia apresentou hoje, no âmbito das suas Previsões de Inverno, uma projeção para o crescimento do PIB português em 2019 e em 2020 que dá continuidade à tendência de convergência face à zona euro. A Comissão estima que a economia portuguesa cresça 1,7% nos próximos dois anos, acima da previsão para a zona euro de 1,3% em 2019 e 1,6% em 2020.

A revisão em baixa do crescimento da economia europeia deve-se, essencialmente, a motivos de incerteza geopolítica, combinados com fatores domésticos que prejudicam o crescimento nas maiores economias da Europa. No entanto, a revisão do crescimento da economia portuguesa para 2019 (-0,1 p.p. face às Previsões de Outono) é significativamente inferior à da zona euro (-0,6 p.p.).

Para Portugal, a par da moderação do crescimento da procura externa e, por essa via, das exportações, a Comissão Europeia destaca também a dinâmica positiva do consumo privado e a aceleração do investimento como fatores que deverão apoiar o crescimento no curto prazo.

De acordo com estas previsões, Portugal dará continuidade a uma trajetória de convergência com a Europa.

Esta trajetória tem sido observada no mercado de trabalho. O crescimento do emprego tem sido expressivo e sustentado (+320 mil empregos nos últimos 3 anos) e a diminuição do desemprego esteve entre as mais altas da zona euro (-285 mil desempregados desde dezembro de 2015; redução da taxa de desemprego em 5,5 p.p.). O emprego cresceu mais em Portugal do que na zona euro (7,2% em Portugal entre 2015 e 2018, compara com 4,5% na zona euro). O desemprego, entre o final de 2015 e o final de 2018, reduziu-se 45% em Portugal e 24% na zona euro, ou seja, 2 vezes mais rápido em Portugal.

O mesmo é visível na composição e sustentabilidade da atividade económica, já que a recuperação do investimento público e privado está em Portugal entre as mais expressivas da zona euro nos últimos anos (crescimento de 16,7% em Portugal entre 2015 e 2018, 10,2% na zona euro em igual período). A taxa de variação do investimento público é mais elevada do que a da zona euro, quer em 2017 (23,4% face a 4,6%) quer em 2018 (dados até ao terceiro trimestre, 11,8% face a 5,3%).
Áreas:
Finanças