Terrorismo, 18 agosto 2017
 
2017-08-18 às 13:53

PRIMEIRO-MINISTRO LAMENTA MORTE DE CIDADÃ PORTUGUESA NO ATENTADO DE BARCELONA

O Primeiro-Ministro, António Costa, lamentou a morte de uma cidadã portuguesa no atentado de Barcelona de dia 17 de agosto, e referiu que o nível de risco de terrorismo em Portugal não sofrerá, para já, alterações.

«Queria prestar aqui as nossas condolências e que estão a ser envidados pelas autoridades espanholas todos os esforços para procurar localizar a familiar que a acompanhava», afirmou António Costa, numa declaração à imprensa na residência oficial do Primeiro-Ministro, em Lisboa.

António Costa sublinhou que esta morte «só reforça a dor partilhada com o povo espanhol por um atentado que confirma que o terrorismo é uma ameaça global».

«Desde o atentado de Barcelona que a secretária-geral do Sistema de Segurança Interna ativou a Unidade de Coordenação Antiterrorismo, que tem mantido uma análise permanente quanto ao risco em território nacional, e - até ao momento - não se verificou qualquer alteração do nível de risco», referiu o Primeiro-Ministro.

António Costa disse ainda: «Temos estado em contacto com as autoridades espanholas, desde logo o senhor Presidente da República com sua majestade o rei de Espanha, eu próprio com o presidente do Governo espanhol, expressando as nossas condolências e condenação deste atentado, e temos estado a acompanhar as informações que têm ocorrido».

«Não temos, até ao momento, qualquer comunicação de qualquer outro português ou portuguesa que tenha sido vítima dos atentados, mas, neste momento, não há identificação plena ainda das vítimas, portanto, não podemos excluir que possa haver outros portugueses», concluiu.

 

Foto: Primeiro-Minsitro António Costa, Ministra da Administração Interna, Constânça Urbano de Sousa, Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, e Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, durante a declaração sobre a morte de cidadã portuguesa no atentado terrorista em Barcelona,  Lisboa, 18 agosto 2017 (Foto: Mário Cruz/Lusa)

Declaração do Primeiro-Ministro sobre o atentado de Barcelona Tags: primeiro-ministro, terrorismo, espanha

INTERVENÇÕES

DOCUMENTOS

COMUNICADOS

CONTACTOS

Entrar em contacto