Aeroporto de Faro, 17 julho 2017
 
2017-07-17 às 15:01

NOVO TERMINAL DO AEROPORTO DE FARO SUPORTA CRESCIMENTO DE 50% DOS PASSAGEIROS

O Primeiro-Ministro António Costa afirmou que a inauguração do novo terminal do Aeroporto de Faro «é uma obra fundamental para corresponder ao crescimento exponencial do número de passageiros, o que está a acontecer também na época baixa».

O novo terminal do Aeroporto de Faro representou um investimento de 32,8 milhões de euros e permite à infraestrutura suportar um crescimento de 50% do atual número de passageiros nos próximos anos.

«Se entre janeiro e maio deste ano houve um aumento de 18,5% do número de passageiros face ao ano passado, imaginemos o que vai acontecer na época alta», referiu António Costa.

O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, destacou que a remodelação permitiu a ampliação da gare em 12 mil metros quadrados e o aumento da capacidade do número de aeronaves por hora (de 24 para 30) e do fluxo de passageiros por hora (de 2400 para 3000).

«Estamos a falar de mais um milhão a 1,5 milhões de passageiros anuais», acrescentou. Em 2016, o aeroporto verificou um movimento de sete milhões de passageiros.

De acordo com a ANA – Aeroportos de Portugal, a modernização do terminal tem o objetivo de «adequar a infraestrutura a um novo paradigma de transporte aéreo que se verifica em Portugal e em toda a Europa», nomeadamente o aumento de passageiros de companhias de custo baixo.

A Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, também esteve presente na cerimónia de inauguração do terminal de Faro.

Diversificação do turismo

O Primeiro-Ministro destacou também que o paradigma da oferta turística nacional está a mudar: «Se o que está a crescer mais não é o turismo de sol e praia e, mesmo no Algarve, é o turismo na época baixa, significa que está a crescer porque está a melhorar de qualidade, a diversificar a sua oferta e é isso que garante que este crescimento não é meramente conjuntural».

António Costa referiu que as zonas urbanas e o segmento do turismo de natureza têm sido «o maior motor do crescimento turístico» na sequência de o turismo nacional ter crescido mais nas regiões cuja oferta não assenta tradicionalmente no sol e praia.

«Em 2016, dois terços do crescimento do nosso turismo foi feito na época baixa e entre janeiro e maio de 2017 o crescimento do turismo a nível nacional foi de 20%, o crescimento das dormidas foi de 10,4% e também aqui no Algarve a verdade é que entre janeiro e maio as dormidas já cresceram 9,5%», acrescentou.

 

Foto: Primeiro-Ministro António Costa na inauguração do novo terminal do aeroporto de Faro, 17 julho 2017 (Foto: Ricardo Nascimento/Lusa)

Tags: aviação, turismo, infraestruturas

INTERVENÇÕES

DOCUMENTOS

COMUNICADOS

CONTACTOS

Entrar em contacto