Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques
 
2017-04-19 às 17:13

PROGRAMA NACIONAL DE REFORMAS JÁ APRESENTA RESULTADOS POSITIVOS, MAS PROSSEGUE PARA DAR MAIS FUTURO A PORTUGAL

«Há um ano, apresentámos o Programa Nacional de Reformas como a estratégia de médio prazo para o desenvolvimento do País», afirmou o Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, no debate plenário sobre o Programa, na Assembleia da República.

O Ministro acrescentou: «Propusemos e concretizámos um rumo diferente para Portugal que passou pela estabilização do sistema financeiro, aceleração do investimento empresarial através do Portugal 2020, e recuperação do rendimento das famílias».

«Os resultados confirmam que traçámos a rota certa, com as reformas estruturais a impulsionar a economia e o emprego», disse Pedro Marques, sublinhando que o Governo soube «manter o necessário equilíbrio para melhorar a vida dos portugueses, ao mesmo tempo que até superámos as metas orçamentais».

O Ministro realçou ainda que «os resultados são encorajadores, reforçando a nossa confiança no Programa Nacional de Reformas», que contém medidas «de que o País verdadeiramente precisa, que conduzem à competitividade e à coesão social e territorial».

Importância da coesão social

«O reforço da competitividade da economia é essencial para o crescimento económico e para o emprego, mas a coesão social é um fim em si mesmo», afirmou também Pedro Marques.

O Ministro referiu as principais medidas que o Governo criou para atingir este objetivo:

  • Recuperação dos rendimentos das famílias;
  • Gratuitidade dos manuais no 1º ciclo;
  • Combate ao insucesso escolar;
  • Reforço da rede de cuidados continuados;
  • Aposta no desenvolvimento integrado do País; e
  • Promoção da cultura para todos.

«Os resultados são positivos, mas este é um processo que está longe de estar concluído, e que iremos prosseguir», acrescentou Pedro Marques, concluindo: «Continuaremos, portanto, a lutar por um melhor presente e por mais futuro para Portugal».

Tags: #pnr2016, #pnr2017, reformas estruturais, economia, competitividade, emprego, coesão, desenvolvimento, empresas, famílias, orçamento, território

INTERVENÇÕES

DOCUMENTOS

COMUNICADOS

CONTACTOS

Entrar em contacto