2017-05-11 às 14:03

UNIÃO EUROPEIA TEM DE «AVANÇAR COM POLÍTICAS ECONÓMICAS E SOCIAIS ATIVAS»

O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, afirmou que a União Europeia tem de «avançar com políticas económicas e sociais ativas» de forma «a restaurar a confiança das pessoas nas instituições e no projeto europeu».

Num debate com cidadãos sobre o futuro da Europa, no Porto, o Ministro referiu que «só com essa confiança se podem evitar os riscos de nacionalismos».

A União Europeia tem de dar uma resposta positiva relativamente ao crescimento económico, liderar «várias agendas internacionais» como a das alterações climáticas e do desenvolvimento, e dar resposta às ameaças terroristas.

Augusto Santos Silva disse ainda que a saída do Reino Unido da União Europeia não pode afetar a NATO, uma vez que a estrutura de defesa é transatlântica e o Reino Unido «só pode continuar a ser um dos grandes pilares de política de segurança europeia se reforçar a cooperação entre a União Europeia e a NATO».

O Ministro referiu que a relação com o Atlântico é uma razão para Portugal «não perder contacto com o Reino Unido» mas frisou que não espera «nenhuma mudança estratégica» após o Brexit, uma vez que os dois países «têm tido posições diferentes» em relação a questões específicas europeias.

A Comissão Europeia deve ser «forte, cumprir o seu papel de guardiã dos Tratados e exercer o seu poder de iniciativa legislativa» e, apesar de «Portugal não defender uma Europa uniforme», Augusto Santos Silva referiu que «há uma concorrência desleal quando certos países sugam o valor gerado por outros porque têm sistemas fiscais que estão no limite da evasão».

Tags: união europeia, nato

INTERVENÇÕES

DOCUMENTOS

COMUNICADOS

CONTACTOS

Entrar em contacto  

QUERO SABER MAIS