2017-05-11 às 13:32

CONDIÇÕES PARA SAÍDA DE DÉFICE EXCESSIVO CONFIRMADAS PELAS PROJEÇÕES DA COMISSÃO EUROPEIA

As previsões da Primavera divulgadas pela Comissão Europeia vêm «confirmar que estão cumpridas as condições para que Portugal possa sair do Procedimento por Défice Excessivo», refere um comunicado do gabinete do Ministro das Finanças.

A Comissão Europeia projeta uma aceleração da atividade económica em 2017 e reconhece a natureza sustentável e equilibrada do padrão de crescimento da economia portuguesa.

O cenário apresentado pela Comissão Europeia «aponta para a criação de mais de 100 mil empregos e para uma redução continuada do desemprego» e ainda «uma evolução moderada dos custos unitários do trabalho, reconhecendo que a política de rendimentos seguida pelo Governo está em linha com a evolução da produtividade.

«O Governo está seguro de que a Comissão Europeia irá convergir para uma projeção orçamental alinhada com a execução, como confirmado pelos resultados do primeiro trimestre», pode ler-se ainda no comunicado, que destaca também que a projeção do organismo europeu aponta para um défice orçamental inferior a 2% do PIB em 2017 e 2018.

O comunicado refere ainda que «O Governo assume a criação de condições para saída do Procedimento por Défice Excessivo e manterá a sua orientação política no sentido de um crescimento inclusivo, que crie emprego e prosperidade para os portugueses e assegure a sustentabilidade das finanças públicas».

Tags: finanças, união europeia, défice

INTERVENÇÕES

DOCUMENTOS

COMUNICADOS

CONTACTOS

Entrar em contacto