2017-05-19 às 19:58

«É ESSENCIAL QUE A EUROPA PRESERVE» O ESPAÇO SCHENGEN

A Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, afirmou que um dos maiores desafios do projeto europeu é manter o espaço Schengen de livre circulação que está a ser posto em causa pela crise dos refugiados e pelo terrorismo.

Num congresso internacional organizado pelo Observatório de Relações Exteriores da Universidade Autónoma de Lisboa, a Ministra referiu que «é essencial que a Europa preserve este espaço, que é um corolário da integração europeia, sob pena da sua desintegração».

«É necessário que o princípio tradicional da soberania territorial que tem conduzido a certos tipos de políticas migratórias e a certo tipos de medidas securitárias ceda a mais Europa, mais integração e mais cooperação», acrescentou.

Constança Urbano de Sousa frisou que se assiste, cada vez mais na Europa, a um «regressar às fronteiras nacionais, materializado na sucessiva reintrodução de controlos de fronteiras, seja porque o fluxo de refugiados é enorme, seja porque há uma ameaça terrorista».

A Ministra afirmou que é necessária uma «coordenação e gestão conjunta» dos Estados-membros, uma vez que «não é possível gerir estes fenómenos com soluções puramente nacionais».

«Se a médio prazo a Europa quiser gerir proactivamente estes fluxos, tem de investir de uma forma muito mais séria em políticas que combatam as causas remotas destes fluxos, que são miséria, insegurança e os conflitos», disse.

Tags: união europeia, segurança, terrorismo, livre circulação